ECONOMIA DE BAIXO CARBONO

  PDF Imprimir E-mail
Escrito por Juliana   
Qua, 17 de Outubro de 2012 20:40

A ECONOMIA DE BAIXO CARBONO

Diante da constatao de fenmenos de mudanas climticas, as empresas e o mercado comearam a se mobilizar rumo a uma economia de baixo carbono, avaliando riscos, oportunidades, discutindo solues prticas. Essa movimentao corporativa motivada por: competitividade internacional, antecipao de marco regulatrio, reduo de custos, transparncia, oportunidades de gerar crditos em carbono, etc.

O aumento da concentrao dos Gases de Efeito Estufa (GEEs) lanados na atmosfera pela ao humana diretamente ligado ao aquecimento global; principalmente pela queima de combustveis fsseis e de florestas. Esses gases, que se concentram na alta atmosfera, formam uma espcie de capa que no permite dissipar o calor da radiao solar, fenmeno conhecido como efeito estufa. Existem vrias maneiras de reduzir as emisses dos gases de efeito estufa, mas, primeiramente, antes de reduzir, faz-se necessrio mensurar o impacto das atividades diretas e indiretas da empresa.

preciso conhecer e quantificar aquilo que precisamos gerir"

Do ponto de vista da quantificao dos GEEs que so lanados na atmosfera, importante saber quais so eles, quanto emitimos em nossas atividades, quais os mais perigosos para o ambiente e como podemos estabelecer planos e metas para gesto e reduo das emisses de GEEs. Neste processo, a elaborao de inventrios de GEEs permite s empresas enxergarem oportunidades de novos negcios no mercado de carbono, atrair novos investimentos, ou ainda, planejarem processos que garantam eficincia econmica, energtica ou operacional.

As razes para empresas elaborarem inventrios de emisso de gases de efeito estufa so vrias, as principais so: antecipao de um requerimento de mercado; posicionamento claro e consistente em relao sustentabilidade; gerenciamento e reduo de GEEs, demonstrao de liderana e responsabilidade de grupo, exigncia de acionistas, clientes, mercado, etc.

Mas afinal, quais so os gases de efeito estufa?

Existem vrios gases de efeito estufa, os principais esto disciplinados no Protocolo de Kyoto e so: CO2, CH4, N2O, HFC, HFE, PFC; os quais devem ser reportados obrigatoriamente, para fins do inventrio. Cada gs tem um potencial de aquecimento global (PAG ou GWP em ingls), o PAG um coeficiente que utiliza como referncia o CO2 = 1, assim, os gases so mensurados em CO2e (dixido de carbono equivalente). Alm dos seis principais gases listados na tabela abaixo, o inventrio de GEEs pode prever, de forma separada, gases tratados pelo Protocolo de Montreal, como NOx, e CFC, por exemplo.

Por este motivo, a participao importante para identificar e reportar, alm da queima dos combustveis fsseis, os processos, materiais e produtos industriais utilizados especificamente no setor em questo. Uma vez que alguns processos que podem gerar quantidades significativas de GEEs, como por exemplo, espumas rgidas e moldadas (hidrofluorcarbonos HFC-134-a); vazamento de sistemas de refrigerao (HFC-125, HFC-143a); alguns solventes; uso de explosivos; vazamento de transformadores, e outros equipamentos eltricos (SF6); processo de solda, etc. Neste sentido, o relatrio ser mais detalhado e preciso, quanto maior o entendimento sobre processos e materiais industriais utilizados.

Um inventrio de GEEs nada mais do que fazer a contabilidade e organizar os dados sobre emisses com base em padres e protocolos e atribuir sua responsabilidade sobre essas emisses.

Mas por que tornar pblico dados sobre as emisses de GEEs?

Muitos dos benefcios associados aos inventrios de emisses de GEEs s existem se a informao se torna pblica. Essa prestao de contas s partes interessadas garante transparncia sobre dados de alta relevncia para a sociedade, que se depara com o desafio de combater o aquecimento global. A credibilidade de uma empresa e uma boa imagem corporativa pode ser garantida por essa simples ao de publicar dados a respeito de sua pegada carbnica em seu relatrio anual e outros meios de comunicao, uma vez que esta publicidade que j comea a ser exigida por normas, mercado e governos.

Última atualização em Qua, 17 de Outubro de 2012 20:48
 
Cactus Web | Criação de Sites